Traição Como lidar com a traição de uma noite só

By | terça-feira, abril 23, 2013 Leave a Comment

Mesmo que a traição não tenha significado nada, essa notícia é sempre dura. Especialistas em relacionamento ensinam a melhor forma de lidar com o problema.


Perdoar a pulada de cerca ou não? Ninguém está imune a passar por essa crise. O problema é saber como agir nessa hora. “Os homens têm um legado ancestral de buscar carne nova e conseguem separar sexo de amor”, diz o psicólogo especialista em relacionamentos Thiago de Almeida. Mas calma lá: Entre ter vontade e de fato trair existe uma grande distância”, pondera o psicólogo Dínerson Fiuza. E se foi você quem caiu em tentação por uma noite apenas, o que fazer? Almeida adianta: “Homens que amam de verdade suas parceiras e os que estão há mais tempo no relacionamento são os que mais perdoam”. O jeito é esperar a fase da fossa passar para então decidir entre levar ou não a relação adiante.

Ele pulou a cerca e contou para você

“Para uma traição ocorrer, alguma coisa já não ia bem com o casal, ela funciona como uma válvula de escape”, diz Fiuza. Avalie como estava a relação no momento da traição: vocês estavam mais distantes? Dá para melhorar isso?

Escute a versão dele, mas não dê mais crédito só porque ele contou. “O parceiro pode ter feito isso por puro desencargo de consciência e nada garante que ele vá agir igual se houver uma próxima vez”, fala Fiuza.

Se optar por perdoar, tem que ser de coração. “A traição vai ficar na memória, mas não pode estar no cotidiano do casal”, resume Almeida.

É normal que a confiança no parceiro fique abalada, mas dê um tempo para ele reconquistar a sua. Agora, se escolherem continuar juntos, mas você viver com ciúme e cobranças, talvez seja melhor terminar.

Vale perguntar quem é a outra, sim. Alguém com quem ele tem contato oferece mais chances de recaída. Mas, se perdoou, melhor confiar, né, gata?

Foi você quem pisou na bola

“O melhor é contar a traição para o parceiro, porque se ele descobrir pelos outros é pior”, explica Almeida. Contar também é bom para não conviver com o peso da mentira, além do da traição. Isso pode minar o relacionamento sem você perceber.

Por mais estranho que pareça, o melhor momento para dar uma notícia ruim é quando a pessoa já está passando por uma situação tensa. “Assim, a pessoa assimila as duas perdas ao mesmo tempo e é mais fácil haver o perdão”, diz Almeida. Mas não conte numa briga!

Se ele já foi traído, atenção redobrada ao começar o assunto. Seja delicada!

Cuidado ao dizer que “foi só sexo”: “O raciocínio masculino é de que para levar uma mulher para a cama existe um processo de conquista. Melhor dizer que caiu em tentação e se arrepende”.

Esteja ciente de que corre o risco de perder seu homem. Dê o tempo de que ele precisa para curar seu orgulho ferido e, só então, chame-o para conversar.

0 comentários:

Postar um comentário